De repente, é relativo. Os meus orgulhos exacerbados por algumas coisas que escrevi, a ânsia com que falo de cada novo projecto em que me meto, os imbecis que aqui me vêm insultar porque não têm nada mais que fazer; de repente, tudo fica do tamanho de - vamos lá - um pistachio, quando acontece uma coisa destas. Não, um pistachio não. Um pinhão. Meia casca de pinhão. Sem o pinhão dentro. Pronto: um ácaro.

 

Vou ser pai.

 

E sim, é por isso que me ando a desleixar aqui no estaminé. Há meses que ando com esta felicidade cá dentro que, finalmente, depois de uma ecografia incrível que fomos ontem fazer (e sim, foi por isso que não estive na FNAC do Almada Fórum na apresentação do DVD d' Os Contemporâneos), pode contaminar aqui o estabelecimento e o mundo em geral.

 

Eu e a Ana vamos ser pais de um rapaz (foi ontem que ficámos a saber o sexo da nossa little creature), um mini-Galvão-Markl que, com seis centímetros e trinta, é a obra maior das nossas vidas (no meu caso, destronando assim coisas como O Homem Que Mordeu o Cão, o Herman Enciclopédia ou Paraíso Filmes. Eh eh eh!). Dizer que estamos felizes é um understatement; eu nem sei que nome tem isto que eu tenho andado a sentir, enquanto partilho esta aventura com a mulher que amo incondicionalmente, enquanto vejo a barriga dela crescer, centímetro após centímetro, e os vestidos que ela usa no Jogo Duplo cada vez a conseguirem esconder menos as evidências - o que se tornou, entretanto, num passatempo divertido aqui por casa, ao serão, a cada transmissão do concurso. "Spot the belly" seria um bom nome para o jogo.

 

É uma grávida linda, deslumbrante, a minha namorada. (Cruzo os dedos - todos: das mãos, dos pés e talvez até os dedos dos meus vizinhos! - para que o moço saia a ela e espero que Deus Nosso Senhor, a existir, tenha piedade dele ao nível do nariz e não ponha o meu, preguiçosamente, na fotocopiadora.)

 

Ontem, mais uma vez, ouvimos o coração do petiz. É música para os nossos ouvidos. Estas novas máquinas de ecografia são verdadeiros milagres, o tipo de coisa que eu julgava que existiria apenas na ficção científica. Vimos-lhe os braços, as mãos, as pernas, os pés, os dedos, a coluna, o cérebro; vimo-lo em três dimensões, remexendo no cordão umbilical. Tem doze saudáveis semanas.

 

É o meu filho.

 

 

Há uns tempos, ainda nada disto tinha acontecido, revistas mostraram-se interessadas em obter o exclusivo da notícia de uma eventual gravidez. Acontece que, com todo o respeito pelos jornalistas e pelo seu trabalho, acho que roça o obsceno oferecer um exclusivo disto a quem quer que seja que não tenha contribuído para o fabrico desta little creature. Quem tem de ter um exclusivo da divulgação de uma notícia destas são os pais, caramba. Mais ninguém. E é por isso que, antes de dizer o que quer que seja a quem quer que seja dessa tão máquina tão pouco romântica que são os media, achei por bem deixar a novidade primeiro aqui no bom velho estaminé. Pedindo-vos compreensão para a eventualidade dos posts passarem a ser menos frequentes - a minha mente tem de estar liberta para tudo o que esta épica aventura implica. Quero estar em todas as ecografias, quero estar perto da minha namorada para o que der e vier, quero preparar-me para todas as fases desta experiência impressionante. E quero continuar a trabalhar, não só porque estou feliz com o impacto d' Os Contemporâneos, o lançamento do DVD, o anúncio da terceira série, mas porque, de repente, com uma reviravolta destas na vida, um tipo fica com a incrível sensação de que boa parte daquilo que fizer a partir de agora é para o bem daquele mini-me.

 

Que Natal este. É para alturas destas que se inventou a expressão "festas felizes". Resulta melhor do que estampada nas montras das pastelarias, digo eu.



DARKL @ 14:31

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Espero ser o primeiro a desejar-te felicidades e dizer-te que é a coisa mais maravilhosa que pode acontecer a um ser humano!

Parabéns, grande Markl!!!!

Um abraço
Darkl


Rei da Treta @ 19:42

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Isso para mim não é ter um filho, isso para mim é não querer ir trabalhar durante uns meses por parte de uma, e aparecer nas revistas por parte de outro. Escuta Darkl vai mas é trabalhar. Vai fazer qualquer coisa de útil pa sociedade. Como é que se vai chamar o filho do Markl? Um chama-se Darkl outro chama-se Markl o bébé vai chamar-se Dário Markl queres ver!!!! Isso é querer na minha opinião pegar nas páginas amarelas e ficar o dia todo a arranjar alguma coisa para se entreter, agora arranjar emprego é que não. Se fosse para procurar nas páginas amarelas um nome para dizer o que tu és Markl, não ias tu. Mas olha, não precisas queres ver: Lambão, preguiçoso, feio, comilão que é que tu és.

Tu queres ter um filho para te ajudar nas tarefas domésticas. Vai mas é trabalhar.


Nem merecias resposta @ 18:12

Qua, 10/12/08

 

link
responder

Poderias dizer essa última frase, alto e bom som, a encarar um espelho...


Sérgio Rosa @ 14:33

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Os meus parabéns de um grande fã teu.
Bem haja.

E btw és o maior


canochinha @ 14:35

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Ena, Markl! Os meus parabéns e os maiores desejos de felicidades :)


Maria @ 14:39

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Caro Markl!

Há muito que sou uma frequentadora assídua aqui do pequeno espaço virtual, mas nunca senti a necessidade de deixar marcas, contudo com esta óptima noticia achei por bem dar-te os parabéns e desejar as melhores felicidades aos papás!!
Já com a lágrima no olho um beijinho para os 3.


JAlex @ 14:39

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Grande Markl,

Sempre soube que eras capaz! ;D A verdade é que há muito que sigo o teu trabalho, assim como este blog, mas nunca como hoje senti tanta vontade de te dar os parabéns. Acho que é efectivamente o maior dos feitos.

Muitos e imensos parabéns!
Beijos, abraços e muitos palhaços


Rei da Treta @ 20:16

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Isso na minha Terra não é ser capaz isso é ser um cabaz. Que belo cabaz de Natal que tu me saíste!!!! és uma caixa de surpresa tu!!!! e de óculos já agora!!!! és é guloso tu!!!!

Também sei fazer um filho eu!!!! Até o Quim das lavouças que é feio até dizer chega sabe fazer e ninguém lhe deu os parabéns. Porque? Porque na minha Terra dar parabens é oferecer um jantar a alguém depois de ele ter ajudado alguém a ajudar a levar as pipas de vinho até a garagem ou ajudat a descarregar a lenha. Isso é que é dar parabéns.

Voces querem é aparecer!! Quereis é dar os parabens a ver se ele vos dá um chouriço. Sois é lamboes. Vao mas é trabalhar se quereis comer chouriços!!!


Bruno Rodrigues @ 14:39

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Muitos parabéns, Nuno!
Muitos parabéns, Ana!



cbastiao @ 14:40

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Parabéns e muita saúde para o pequeno Markl


paper_doll @ 14:40

Sex, 05/12/08

 

link
responder

esse texto é verdadeiramente impressionante... é que até me deixou feliz e eu nem estou envolvida no caso! muitos parabéns!! :)


Vanda @ 14:42

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Markl e Ana muitos e muitos parabéns e muitas felicidades para esta grande aventura!


Piston @ 14:43

Sex, 05/12/08

 

link
responder

Parabéns.
O puto para morder no cão a caminho!




Conversetas
Clique aqui para entrar onde pessoas giríssimas se juntam em amena tertúlia.
Arquivos
2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


2003:

 J F M A M J J A S O N D


2002:

 J F M A M J J A S O N D


2001:

 J F M A M J J A S O N D


2000:

 J F M A M J J A S O N D


1999:

 J F M A M J J A S O N D


1998:

 J F M A M J J A S O N D


1997:

 J F M A M J J A S O N D


1996:

 J F M A M J J A S O N D


1995:

 J F M A M J J A S O N D


1994:

 J F M A M J J A S O N D


1993:

 J F M A M J J A S O N D


1992:

 J F M A M J J A S O N D


Olhem para o que eu ando a fazer
Caderneta de Cromos - 2ª a 6ª feira, 8h45 e 9h45
(o clube de fãs no Facebook)

PRIMO - Sábado às 12 e Domingo às 23h00
(site do programa)

Tudo na Rádio Comercial
Pesquisar
 
Texto e cartoons © 2008 Nuno Markl
Design Patrícia Furtado